• O uso da tecnologia e o futuro da medicina

    O Evento organizado pelo diretório acadêmico Moacyr Scliar, do curso de Medicina da IMED, propõe reflexões sobre ciência e tecnologia na área da saúde. Durante a noite de abertura, que ocorreu nesta segunda-feira (14), o diretor geral da IMED professor Eduardo Capellari, relembrou o quanto a população vem evoluindo tecnologicamente.

    A palestra que abriu a primeira edição do MINDS foi transmitida via Skype diretamente da Flórida. A Videoconferência Inovações e Empreendedorismo nas Tecnologias Para a Saúde com a Dra. Cristiane Benvenuto, médica, fundadora do “Medicinia” – organização que há 35 anos se dedica à catalização do empreendedorismo e da inovação social em todo o mundo. Ela falou sobre o futuro da medicina. “A tecnologia irá permitir alcançar o sucesso profissional. É importante usar essas ferramentas para comunicar-se com os pacientes, seja por meio de um post na rede social ou fazendo a produção de um pequeno vídeo. É esse o caminho”, orienta.

    Dr. Valter Roesler, PhD em ciência da computação falou sobre A Medicina do Futuro e sua Integração com a Tecnologia. “ Atualmente se vê uma “explosão” em variedade e tipos de sensores, que vão cada vez mais se integrar ao nosso dia a dia.” 

     O coordenador do curso de medicina da IMED, professor Luiz Arthur Rosa Filho lembra que durante os anos em que foi estudante, o acesso às obras disponíveis na biblioteca era bem diferentes dos dias atuais. “Em 1998 eu estava no terceiro semestre de medicina, comecei a fazer um projeto de pesquisa sobre saúde mental. Para conseguir os artigos para a publicação que iriamos fazer tinha que ir à biblioteca da URFGS, que pedia para outra biblioteca americana alguém que pudesse reproduzir em fotocópia e após todo o processo, os materiais eram enviados via correio”, relembra o professor. Ele destaca ainda a importância das práticas tecnológicas para o cumprimento da missão do médico. “Não vemos mais possibilidade de profissionais da medicina não estarem inseridos e inteirados sobre tecnologias. Na IMED propomos um médico humano e tecnológico”, concluiu.

    O integrante da comissão organizadora do I MINDS e presidente do diretório acadêmico do curso de medicina Moacir Scliar, Jefferson Cunha, reforça a importância de os alunos terem domínio sobre assuntos como liderança, empreendedorismo e inovação, que estão na pauta do evento. “ Este evento também é uma oportunidade para auxiliar os estudantes no desenvolvimento da oratória através da apresentação de trabalhos científicos”, comenta Jefferson.

    Após as palestras os assuntos foram debatidos com os participantes sob a mediação da professora Márcia Capellari. A I Mostra de Inovação e Desenvolvimento em Saúde segue até essa quarta-feira (16) na IMED. Participam alunos dos cursos de administração, ciência da computação, medicina, psicologia, odontologia e de outras instituições de ensino. 

    Programação

    Nesta terça-feira os temas são “Pesquisa e empreendedorismo em soluções para profissionais da saúde “ com o Dr. Ronaldo Poerschke, criador do Dr. X Medical Training, uma empresa que está no mercado desde 2013, com experiência em pesquisas de meios de treinamento médico.

    Na sequência o Me. Derli Stumpf traz o tema “Os profissionais da saúde no contexto da 4º Revolução Industrial”. A palestra será seguida pelo debate em torno do tema, conduzido pelo coordenador do curso de Medicina da Imed  Me. Luiz Arthur Rosa Filho.

     

    Foto: Daniel Santos/IMED

    //