• IMED sedia 11ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente

    O Campus da IMED Passo Fundo recebeu nesta quinta-feira, a 11ª edição da Conferência Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente.

    O evento, promovido pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (COMDICA), reúne, anualmente, representantes do poder público municipal, professores, profissionais das redes de proteção e de atendimento, além das próprias crianças e adolescentes, para debater práticas de proteção e de garantias dos direitos de crianças e adolescentes.

    //

    Na oportunidade, o professor da graduação e mestrado em Psicologia da IMED, Dr. Jean Von Hohendorff, que é Coordenador do Grupo de Pesquisa VIA Redes – Violência, Infância, Adolescência e Atuação das Redes de proteção e de atendimento, participou do painel principal “Proteção Integral, Diversidade e Enfrentamento das Violências”. O painel foi dividido com a Assistente Social Dra. Cristina Fioreze e com a Pedagoga e Técnica do Centro de Referência Especializado em Assistência Social, Me. Carina Tramontina Corrêa.

    “Participar da Conferência foi mais uma atividade que fortalece o compromisso social que nós pesquisadores temos com a sociedade. O grupo de pesquisa que coordeno no mestrado em Psicologia da IMED – VIA Redes – tem parceria com a Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social desde 2017. É uma parceria muito importante para que o grupo possa desenvolver pesquisas nas redes de proteção e de atendimento, transmitir aos serviços o que aprendemos e aprendermos com os profissionais que têm contato diário com crianças e adolescentes em situação de risco. O debate que participei foi muito rico. Podemos abordar os direitos das crianças e adolescentes garantidos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e problematizar o quanto vários deles ainda são desrespeitados. Precisamos, cada vez mais, fortalecer o ECA por meio de ações efetivas das redes de proteção e de atendimento e, assim, proteger nossas crianças e adolescentes. Só assim teremos um país próspero”, comenta Jean.

    A programação da conferência contou ainda com discussão de eixos temáticos e levantamentos de propostas sobre garantia dos direitos e políticas públicas integradas e de inclusão social; prevenção e enfrentamento da violência contra crianças e adolescentes; orçamento e financiamento para políticas para crianças e adolescente; participação, comunicação social e protagonismo de crianças e adolescentes; e espaços de gestão e controle social das políticas públicas de promoção, proteção e defesa dos direitos das crianças e adolescentes, além da apresentação das propostas por eixo com aprovação em plenária e escolha e aprovação dos delegados.

     

    **Fotos: Daniel Santos / Comunicação IMED